Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Sócios Fundadores ABT

Conheça um pouco da históia dos sócios fundadores da ABT.

Adenilson Telles

Iniciou os estudos com o Prof. Marcelo Lopes na escola Fundação das Artes de São Caetano do Sul no ano de 1994. Estudou em Paris, sob orientação do Prof. Guy Touvron, na Akademie da Berliner Philharmoniker Orchester, com bolsa da Fundação Vitae, tendo como professores: Tamás Velenzei, Thomas Clamor e Mathias Höfs (Hamburg).

Atualmente, é trompetista da Orquestra Sinfônica de Santo André, Camerata Aberta, Orquestra Filarmônica Bachiana SESI-SP e professor da Escola de Música do Estado de São Paulo-EMESP Tom Jobim e atua frequentemente em gravações de música contemporânea.

Antonio Padilha

Doutor em Música e Mestre em Direção Musical pela Universidade de Aveiro. Trompetista, Maestro, compositor e arranjador do Grupo Metal & Cia com dois CDs gravados - Interlúdio para uma Garota Bonita e Cidade do Sonhos.

Diretor Musical da Orquestra de Sopro de São Luís - OSSL. Diretor e Arranjador da Big Show Band e Professor Associado da UFMA e Professor da Escola de Música do Maranhão.

Arthur Fernandes

Arthur Fernandes, nascido em 05/03/77 em Londrina-PR, iniciou seus estudos musicais na Banda Marcial do Colégio Estadual Marcelino Champagnat em 1989. Em 1993, continuou seus estudos com Cícero Cordão e outros renomados professores.

Atualmente é integrante do Quinteto Metais do Paraná ( www.qmp.com.br ), desenvolve um trabalho como professor, é “Lead Trumpet” da Big Band Londrina e tem um duo de Trompete e Piano com o Pianista Jailton Santana, o Duo Brasil.

Ayrton Benck

Doutor em Trompete pela UFBA. Iniciou seus estudos de trompete na Escola de Música de Brasília em 1982. Desde 1994, é trompetista do Quinteto Brassil e professor de trompete do Departamento de Música da Universidade Federal da Paraíba.

Atualmente, dedica-se ao trabalho solo, à estreia e gravação novas obras de compositores brasileiros para trompete e também para quinteto de metais.

Bruno Sigilião

Graduado em Direito, é servidor do TRT da 10ª Região desde 2005. Começou seus estudos em música aos 10 anos de idade, na Escola de Música de Brasília, e a tocar trompete aos 13, quando entrou na Banda do Colégio Militar de Brasília.

Atualmente, além de atuar no quinteto Fine Brass, toca nas orquestras Capital Philharmonia e Filarmônica de Brasília e, ainda, na orquestra da Igreja Assembléia de Deus do Plano Piloto.

Cicero Cordão

Nasceu em 18/12/1970 em Itaporanga – PB, onde começou seus estudos musicais no ano de 1983 na banda de música local.

Em 1986, continuou seus estudos musicais no curso de extensão em música da UFPB, na classe do professor Gláucio Xavier. Concluiu seu bacharelado em trompete em 1992 na UFPB e seu mestrado em performance na UNIRIO em 2010. Em 2008 concluiu sua pós-graduação em educação musical na UEL.

Desde 1993 é 1º trompete e solista da Orquestra Sinfônica da Universidade de Londrina (OSUEL), do Quinteto Metais do Paraná e é chefe da Divisão de Música da UEL Também como solista tem atuado com o “Duo Londrina” de trompete e piano com a pianista Luciana Gastaldi.

Emerson Araujo

Bacharel em Música com Habilitação em Instrumento pela Escola de Música da Universidade Federal da Paraíba. Iniciou seus estudos musicais em 1987, sob a orientação do professor Marcos Pereira da Costa.

No ano seguinte, ingressou no Curso de Extensão da Escola de Música da Universidade Federal da Paraíba onde passou a ter aulas de trompete com o Professor Dr. Gláucio Xavier.

Desde 1997 é trompetista da Orquestra Sinfônica da Bahia. Mais recentemente passou a integrar o Quinteto de Metais da Bahia.

Fernando Dissenha

Iniciou os estudos de música com Pedro Vital, em São José dos Pinhais. Diplomou-se Bacharel em trompete na Escola de Música e Belas Artes do Paraná, onde foi aluno de Antônio Aparício Guimarães.

Posteriormente teve aulas com Edgar Batista dos Santos São Paulo. Em 1996 obteve seu diploma de Mestrado em Música na Juilliard School, na classe de Chris Gekker.

É trompete Solo da OSESP.

Flávio Gabriel

Flávio Gabriel iniciou seus estudos aos 11 anos de idade na Banda Lyra de Mauá - SP onde foi aluno de Bartolomeu Rosa e Carlos Binder. Estudou com Clóvis Beltrami em Campinas – SP e Naílson Simões na UNIRIO.

Atualmente cursa o doutorado em música na Universidade Estadual Paulista – UNESP e é professor de trompete da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN.

Gláucio Xavier da Fonseca

Gláucio Xavier da Fonseca é natural de Goiana, PE e doutor em música pela Universidade Federal da Bahia em Salvador (2005), mestre pelo New England Conservatory of Music em Boston, MA, nos Estados Unidos (1998) e graduado pela Universidade Federal da Bahia, também, em Salvador (1986).

Atualmente, além de professor na UFPB, Gláucio é trompetista do Quinteto BRASSIL.

Heinz Karl Schwebel

Heinz iniciou seus estudos com seu pai, o Prof. Horst Schwebel, com quem continuou a estudar até se formar no curso de Instrumento da UFBA em 1993.

Em 1990 teve uma breve passagem pela Hochschule für Musik em Karlsruhe, Alemanha, onde teve aulas com os Profs. Adolf Weresch e Reinhold Friedrich.

Em 1994, como bolsista da CAPES e da Fundação VITAE, realizou o curso de Mestrado no New England Conservatory of Music em Boston, sob a orientação do Prof. Charles Schlueter, concluindo em 1996, sendo laureado com Honras Acadêmicas e Distinção em Performance, premiação máxima daquela instituição, e o curso de doutorado, em 1998, tendo obtido o título de Doctor of Musical Arts na Catholic University of America

Atual Diretor da Escola de Música da UFBA, integra seu corpo docente desde 2001, é Primeiro trompete da OSBA, integrante também do Grupo de Intérpretes Musicais da Bahia – GIMBA, especializado em música contemporânea, e vencedor do Prêmio Funarte de Música em 2010.

Há 5 anos, além do duo de trompete e órgão com a premiada organista Elisa Freixo.

Joatan Nascimento

Nascido em 1968 em Maceió - AL, tem se destacado pela versatilidade, fluência e musicalidade nas diversas áreas em que atua. Iniciou seu aprendizado musical aos onze anos com seu tio Edson Mendonça.

Em 1987 mudou-se para Salvador - BA vindo a se graduar em 92 na classe de trompete do professor Horst Schwebel pela Escola de Música da UFBA.

É doutor em Execução Musical/Trompete pela Universidade Federal da Bahia, onde leciona as cadeiras de Trompete, Percepção Musical, Improvisação, Música de Câmara e Oficina de Estilos no Curso de Música Popular da UFBA.

Jorge Augusto Scheffer

Doutorando em Música na UFPR e Mestre em Educação Musical/Cognição (2012) também pela UFPR, iniciou seus estudos musicais no Conservatório Maestro Paulino Martins Alves, na sua cidade natal: Ponta Grossa/PR. Concluiu o curso Superior em Trompete em 1998 e a Especialização em Educação Musical na Escola de música e Belas Artes do Paraná/2010.

Atualmente é professor de Ensino Superior na Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR), membro do Bachiana Brass Quintet e Artista B&S (Buffet Group/França).

Maico Lopes

Doutor (2012), Mestre (2007) e Bacharel (2004) em Música pela Unirio. Atua na área de performance Musical, principalmente nos seguimentos Música Brasileira, Música de Câmara, Música Popular e Trompete.

Atualmente, é professor de Trompete e Estruturação Musical da Universidade de Brasília (UnB).

Marcelo Eterno

Mestre em Performance Musical, especializado em Música Brasileira no Século XX, licenciado em Educação Musical e técnico em Trompete pela Escola de Música e Artes Cênicas (EMAC) da UFG.

Iniciou seus estudos musicais em 1982 na Banda Marcial do Colégio Lyceu de Goiânia. Teve como professores o Capitão Oscarlino (UFG) e Rocha José Oliveira Bruno (Centro Cultural Gustav Ritter).

É professor de Teoria Musical, Linguagem Musical, Trompete e regente da Banda Sinfônica e do Grupo de Metais do IFG desde 1997.

Marco Cesar Xavier

Natural de Tatuí SP, iniciou seus estudos de música no Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos”, onde recebeu aulas com os professores Rubens Nelson, Nailson Simões, Sétimo Paioletti e Edgar Batista dos Santos.

Desde 1985 é músico integrante da Orquestra Sinfônica do Paraná onde é o principal trompete.

Graduado pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná é professor de trompete da EMBAP e Mestre em Execução Musical, através do projeto de Mestrado Interinstitucional realizado entre as instituições EMBAP/UFBA onde teve como orientador o trompetista e professor Dr. Heinz Karl Schwebel.

Moises Alves

Moises Alves é natural de Campina Grande – PB, onde começou seu interesse pela música com o professor Ivaldo Amado. Em 1985, transferiu-se para Brasília.

É bacharel em trompete pela Universidade de Brasília e cursa o Mestrado na Universidade do Porto – Portugal. É trompetista da OSTNCS desde 1989.

Nailson de Almeida Simões

Possui graduação em Bacharelado em Música (especialdade em trompete) pela Universidade Federal da Paraíba (1983), mestrado em Música Especialidade em Trompete - New England Conservatory Of Music (1986) e doutorado em Doutorado em Música e Artes (esp. em trompete) - Catholic University Of America (1991).

Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Paulo Ronqui

Coordenador do Grupo Metallumfonia onde realiza intensa pesquisa no repertório de câmara para metais, é doutor em Música pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP.

Concluiu seu mestrado em Música pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNI-RIO – no ano de 2002 e no ano de 1998, gradução em Música Popular Brasileira pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é professor de Trompete da Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP

Ranilson Bezerra

Natural de Monteiro-PB, onde iniciou seus estudos musicais na banda de música local.

Em 1985, ingressou no curso de Bacharelado em Música na Universidade Federal da Paraíba na classe de trompete do professor Nailson Simões, obtendo o diploma em 1989, e no ano de 2002, concluiu o mestrado em Artes pela UNICAMP.

Atualmente é primeiro trompetista da Orquestra Sinfônica da Paraíba e professor de trompete da Escola de Música da UFRN, onde leciona nos cursos Técnico e Bacharelado, também coordena e participa de grupos como o Sexteto Potiguar, Big band Jovem e a Big band Jerimum Jazz.

Thadeu Filho

Bacharel (1997), Mestre (2000) e Doutor (2004) em Sociologia. É Doutor em Música (Performance em Trompete - 2017) e 1º trompete da Orquestra Adventista de Brasília desde sua fundação (1999).

Foi 1º Trompete da Brown University Orchestra (Providence, RI - USA), Presidente da Associação Brasileira de Trompetistas (ABT) entre 2012-2016 e membro do Board of Directors da International Trumpet Guild (ITG): 2015-2019.